terça-feira, 5 de novembro de 2013

Dar...Amar...e fazer Amor...


Este post vai para alguém muito especial que está a precisar e muito de ler isto...mas como acho que há muitas almas baralhadas por aí acho que isto pode dar uma ajuda!
Vamos juntos? vambora...

Dar...Amar...e Fazer Amor...
Dar é dar. A dádiva é sem duvida umas das melhores coisas da vida, mais pura...
Fazer amor é lindo, é sublime, é encantador, é esplêndido. Mas dar é bom pra cacete...
Dar é aquela coisa tipo que alguém te puxa os cabelos na nuca...que te chama nomes que eu não posso (não devo!) escrever aqui...Não te vira com delicadeza...Não sente vergonha de ritmos animais...hummm...
Dar é bom. É...
Melhor do que dar, é dar só por dar.
Dar sem querer casar....Sem quereres apresenta-lo à tua mãe...Sem quereres dar-lhe o primeiro beijo no Ano Novo.Dar porque o homem te "calienta" a coluna vertebral...Te amolece o gingado... Te molha o instinto...
Dar porque a vida é uma merda e dar relaxa.
Dar porque se não lhe deres hoje, vais dar amanhã, ou depois de amanhã.
Existem pessoas a quem vais acabar por dar, não tem jeito. Dar sem esperar ouvir promessas, sem esperar ouvir carinhos, sem esperar ouvir futuro. Dar é bom, naquela hora. Durante um mês. Para os mais desavisados, talvez anos.
Mas dar, não é dar demais, porque dar demais é ficares vazia.
Dar é não ganhar...pelo contrário! É não ouvires um "eu amo-te tanto" baixinho e perdido no meio do escuro. É não sentires um abraço quando o caos da cidade parece que te quer destruir...É não ter alguém com quem desejas casar, apresentares à tua mãe, pra dar o primeiro beijo de Ano Novo e pra dizer:"Este vai ser o melhor ano daNOSSA vida". É não ter companhia garantida para viajar. É não teres para quem ligar quando acontece alguma coisa.
Dar é não querer dormir a sentir o calor do corpo dele, senti-lo respirar, ficar embalada no cheiro dele...e ao toque daquele peito...
É não ter alguém para ouvir os teus dengos...
Mas dar é inevitável, dá...mas dá mesmo, dá sempre, dá muito.
Mas dá mais ainda, muito mais do que qualquer coisa, uma oportunidade ao amor. Mas sem medos, sem amarras e sem juízo! Mas ao real...
Esse sim é o maior tesão do mundo. Minha nossa...
Esse sim relaxa, cura tudo...tudo... ameniza todas as crises e vai-te fazer flutuar... Até sem nenhum mantra...

Experimenta amar...mas amar de verdade...
Mas mais que isso experimenta algo indescritível e único...
Experimenta ser amada...

E é isto...TENHO DITO!!!!

1 comentário:

  1. Só me ocorre dizer uma coisa: esta crónica é podre de boa, foda-se !

    ResponderEliminar