segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Esta semana



Em entrevista directa, esta semana na Lux!
Vamos lá comprar, para ver e poder dar opinião!!!
(PS-aquelas que vêm só por inveja para me tentar aborrecer não vale a pena tá bem?, é que ocupa espaço pra nadica!!!)

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Preguiça

Não é bem isso que se apoderou de mim!
É mais a ausência de tempo...tenho a sensação que o Universo conspirou para dar uma pirueta de 180 graus à minha vidinha e NÃO, não estou a reclamar, mas fiquei sem tempo até para respirar fundo!

Estou ausente aqui deste meu "compromisso literário" que tanto prazer me dá, mas desde que levanto de manhã bem cedinho até que deito tarde pra xuxu ando sempre a correr. Para ajudar à festa não ando a dormir lá grande coisa...
Ontem alguém me disse quase à 1h da manhã "toma qualquer coisa para dormir...não tás com muito bom aspecto"!!!!! Ora muito obrigada :s
Não vou reclamar porque realmente é verdade...na sexta feira passada tive assim uma invejazinha de uma paciente a meio de uma sessão de hipnose enquanto ela suspirava e eu pensava "era mesmo disto que eu precisava"!!!! Ora pois então eu não posso ser outra também e dar uma hipnotizada em mim?
Não???
Que pena...

Vou tentar aparecer por estas bandas mais vezes sim???
Prometo!

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Oi???

http://www.sabado.pt/Multimedia/Videos/Vox-Pop/VoxPop--A-ignorancia-dos-nossos-universitarios.aspx

Fiquei um tudo nada baralhada...
Quem é mais ignorante???
"Símbolo químico da água"??????? Boa Sr Jornalista, para quem queria insultar o  nível cultural de alguém o sr saiu-se magnificamente!!!!!

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Lux



A convite da Lux no Campo Pequeno com o chefe só me resta um comentário...
Os Gypsy Kings são como o vinho do Porto, cada vez melhores.


quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Facebook

https://www.facebook.com/pages/DraSusana-Dias-Ramos/252768464775165

No facebookzinho!!!!
Obrigada a quem criou a paginita...vou tentar fazer dela algo de interessante ;)

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

O amor é pitosga???



Hoje as minhas consultas começaram com uma questão que eu acho que mais cedo ou mais tarde já passou pela cabeça de toda a gente:
"Como pude eu amar aquela pessoa"?
Pois eu já perdi a conta às vezes que ouvi semelhante frase em círculos de amigos ou em actividade profissional e assim sendo decidi dedicar um pedaçinho a pensar no assunto!
Será que o amor é efectivamente cego???


Existem várias substâncias químicas que insistem em circular alegremente na corrente sanguínea quando estamos apaixonados. Pesquisadores vão descobrindo, aos poucos, o papel que esses elementos exercem quando nos apaixonamos e quando estamos em relações mais duradouras. É claro que o estrogenio e a testosterona agem na questão sexual. Sem eles, nunca nos poderíamos aventurar no mundo do "amor verdadeiro".A "toleira" inicial que surge quando começamos a apaixonar-nos inclui um aceleramento do coração, rubor na pele e humidade nas mãos...
Afirmam os entendidos que isso ocorre por causa da dopamina, norepinefrina e feniletilamina que eliminamos. A dopamina é considerada o "elemento químico do prazer", que produz a sensação de felicidade. A norepinefrina é semelhante à adrenalina e causa a aceleração do coração e a excitação. De acordo com Helen Fisher, antropóloga e pesquisadora do amor (conhecem profissão mais deliciosa???) da Universidade Rutgers, estes dois elementos juntos causam elevação, energia intensa, falta de sono, paixão, perda de apetite e foco único. Ela também afirma que "O corpo humano lança o cocktail do êxtase do amor apenas quando encontramos certas condições e... os homens produzem esse cocktail com mais facilidade, por causa de sua natureza mais visual".
Estão inclusive a fazer-se ressonâncias magnéticas para analisar o cérebro das pessoas enquanto elas observam a fotografia de quem amam. Segundo Fisher,  o que eles vêem nessas imagens durante a fase "não-penso-em-outra-coisa" do amor - a fase da atracção - é o direcionamento biológico de focar em uma única pessoa. As imagens mostraram um aumento no fluxo de sangue nas áreas do cérebro com altas concentrações de receptores de dopamina, substância associada aos estágios de euforia, paixão e vício. Os altos níveis de dopamina também estão associados à norepinefrina, que aumenta a atenção, memória de curto prazo, hiperactividade, falta de sono e comportamento orientado. Em outras palavras, casais/pessoas nesta fase concentram-se muito no relacionamento e deixam de lado o resto do Mundo.
Outra possível explicação para o foco intenso e a idealização que ocorrem na fase da atracção vem dos pesquisadores do University College, em Londres. Eles descobriram que as pessoas apaixonadas têm níveis mais baixos de serotonina e os circuitos nervosos associados à avaliação dos outros são reprimidos. Esses níveis mais baixos de serotonina são os mesmos encontrados em pessoas com transtorno obsessivo-compulsivo, o que pode ser a explicação da obsessão que os apaixonados têm por seus parceiros.


Ora vá lá ver em português simples e correcto, o povo fica "amalucado".
O amor é bom, perfeito, maravilhoso SIM, enquanto dura e tenho para mim que o eterno é o tempo do instante que dura por isso quando tudo passa e SIM passa vem a encrenca!
E é nessa altura que olhamos para trás e achamos que algo estava errado connosco! E não é que estava?
É só responsabilizar as quimicidades acima citadas!
E esta hein?
Bom pensamento para o finalzinho de semana, ou não é?
(PS-ahhh...tem tratamento portanto ;)))

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Instantes de Ficção



Eu sentia frio mas...
Vi-te deslizar com a camisa branca por entre os tons obscuros da sala e senti os teus olhos cravarem em mim! Não resisti à tentação de levantar o queixo para me certificar que era verdade e devolvi-te o olhar...
Foi o segundo em que sorriste...algo...quebrou!
A forma harmoniosa como movias os lábios ao som das tuas próprias palavras, como os teus olhos se cerravam para se adaptarem à falta de luz que envolvia toda a atmosfera, a maneira como a tua pele reluzia...
Não tenho a certeza se eram os aromas misturados no ar de tudo o que movia ou se era o teu cheiro que me tinha invadido ao tempo que te aproximavas de mim...eras tu...tive a certeza que eras tu quando a tua mão escaldou a pele das minhas costas mal a encostaste.
Puxaste-me para que te ouvisse melhor e enquanto susurravas ao meu ouvido e seguravas o meu tronco a minha alma quebrou e em segundos preencheste todas as frinchas que existiam...num segundo!
Aqui deitada na areia nada mais preenche os meus sentidos a não ser a tua ausência e a saudade do que não tivemos, os toques que nunca exitiram, os beijos que ficaram por dar, os corpos que ficaram sem se conhecer...
É certo que estava frio mas...até quando?
por Susana Dias Ramos

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

A neura de hoje!


O responsável por todas as neuras de hoje...Muito bom...
Como este não é um blog opinativo vou remeter-me ao silêncio e única e exclusividade soltar o grito do "epiranga"!!!
Vai Danillloooooooo...

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Instantes de Ficção


"Eu decidi perdoar-te...Levantei-me e fui em bicos de pés às escondidas de toda a gente, cheirar o teu perfume, que guardo religiosamente escondido no armário que ninguém conhece.
Inspirei-te...
Respirei-te...
E ao sabor das ondas na minha face senti...vou perdoar-te...estou a perdoar-te...
A voz dentro de mim que me grita para te odiar está cada vez mais fraca.
Fechei os olhos para tornar o som mais claro e por momentos o silêncio invadiu-me. Não te odeio mais?
Ou talvez quase nada...apenas uma restia insuficiente para me manter assim!
O ódio, tal como o amor, alimenta-se com as menores coisas, tudo lhe cai bem. Assim como a pessoa amada não pode fazer nenhum mal, a pessoa odiada não pode fazer nenhum bem...
Mas ontem...enquanto o Sol caía e me lembrava de ti senti-me derreter na tristeza dos teus olhos.
Não encontrei neles vida nem felicidade. Sei que é apenas uma fotografia...mas recordo cada expressão luminosa que deles emanavas. Como um campeão que acabou de conquistar mais uma etapa...e agora...o vazio! Quase dor...
E ninguém vê...Ninguém te vê...
Perdoar não será doar o amor?
Permitir que a pessoa objecto do perdão possa também devolver um amor que, até então, só negara ...
Então se te perdoar...amo-te?
Se eu te perdoar...amas-me?
Se te sinto aqui, se te sinto em mim e se quem ama nunca sabe que ama...e ás vezes nem sabe o que é o amor...
O amor não se conjuga no passado, sabias?
Tu amas-me...e eu sei...e por isso...
Perdoo-te..."
por Susana Dias Ramos

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Que é isto???

Não é possível pois não?????
Não...ANDOR...ESTE CORPO NÃO TE PERTENCE!!!!

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Assentou-me bem...


... uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de. Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer. Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente. Foi o apesar de que me deu uma angústia que insatisfeita foi a criadora de minha própria vida. Foi apesar de que parei na rua e fiquei olhando para você enquanto você esperava um táxi. E desde logo desejando você, esse teu corpo que nem sequer é bonito, mas é o corpo que eu quero. Mas quero inteira, com a alma também. Por isso, não faz mal que você não venha, espararei quanto tempo for preciso.
Clarice Lispector

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Kamasutram



Às vezes fazem-me pensar e escrever sobre coisas que nem me lembraria, mas já que pela manhãzinha puxaram por mim decidi passar toda a informação que acho necessária acerca daquele que é talvez o mais famoso dos livros! Não será?


Kamasutram (Sânscrito: कामसूत्र), geralmente conhecido no mundo ocidental como Kama Sutra, é um antigo texto indiano sobre ocomportamento sexual humano, amplamente considerado o trabalho definitivo sobre amor na literatura sânscrita. O texto foi escrito por Vatsyayana, como um breve resumo dos vários trabalhos anteriores que pertencia a uma tradição conhecida genericamente como Kama Shatra.
“Ao contrário do que muitos pensam, o Kama Sutra não é um manual de sexo, nem um trabalho sagrado ou religioso. Ele também não é, certamente, um texto tântrico. Na abertura de um debate sobre os três objectivos da antiga vida hindu - Darma, Artha e Kamadeva - a finalidade do Vatsyayana é estabelecer kama, ou gozo dos sentidos, no contexto. Assim, Darma (ou vida virtuosa) é o maior objectivo, Artha, o acúmulo de riqueza é a próxima, e Kama é o menor dos três.”

Kama é a literatura do desejo. Já o Sutra é o discurso de uma série de aforismos. Sutra foi um termo padrão para um texto técnico, assim como o Yôga Sútra de Pátañjali. O texto foi escrito originalmente como Vatsyayana Kamasutram (ou "Aforismos sobre o amor, de Vatsyayana"). A tradição diz que o autor foi um estudante celibatário que viveu em Pataliputra (sim, também achei o nome deveras adequado!!!!), um importante centro de aprendizagem. Estima-se que ele tenha nascido no início do século IV. Se isso for correto Vatsyayana viveu durante o ápice da Dinastia Gupta, um perído conhecido pelas grandes contribuições para a literatura Sânscrita e para cultura Védica.


Deixo-vos com dois excertos da obra:

  • "Foi dito por alguém que não há ordem ou momento exatos entre o abraço, o beijo e as pressões ou arranhões com as unhas ou dedos, mas que todas essas coisas devem ser feitas, de um modo geral, antes que a união sexual se concretize, ao passo que as pancadas e a emissão dos vários sons devem ocorrer durante a união. Vatsyayana, entretanto, pensa que qualquer coisa pode ocorrer em qualquer momento, pois o amor não se incomoda com o tempo ou ordem."

  • "Quando o amor se intensifica, entram em jogo as pressões ou arranhões no corpo com as unhas. As pressões com as unhas, entretanto, não são comuns senão entre aqueles que estejam intensamente apaixonados, ou seja, cheios de paixão. São empregadas, juntamente com a mordida, por aqueles para quem tal prática é agradável."

Cultura acima de tudo!!

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Instantes de Ficção




14 de Julho de 2011
"Hoje decidi olhar para as minhas cicatrizes...
Primeiro não consegui evitar as lágrimas, senti um sufoco guardado dentro do peito que latejava incapacitado de bater. Olhei para o espelho e contei cada uma delas...
Tantas?
Como fui capaz de me magoar tantas vezes...
E estas aqui?
Tão profundas...nunca mais vão sair!
Tirei a roupa e deitei-te no chão... Com a ponta dos dedos fui percorrendo o relevo de cada uma delas e lembrando as facadas que as fizeram. Encontrei uma enorme junto à alma, enorme...a principio custou-me relembrar como tinha ficado assim...feia e tão grande mas à medida que a minha mão a sentia fui recordando as tantas e tantas vezes que inflamou, a pele rasgou e começou tudo de novo.
Tantas vezes...
Deixei-me quieta durante o espaço de tempo necessário para sentir o meu corpo. Como estou inteira...
Olha para mim...inteira...
E sentei para me deliciar com as marcas...com cada uma delas!
Cada uma das minhas cicatrizes...cada uma das minhas memórias...
Aconteceu...rasguei...mas sarei!
Fui à luta, perdi e ganhei...mas sobrevivi e com orgulho posso mostrar as minhas marcas!
Tenho-as aqui, não as quero apagar..muito menos esquecer...
Estou aqui as minhas batalhas, as que perdi essencialmente.
Mas a guerra...essa vitória, ninguém ma tira!
É minha!!!"
Por Susana Dias Ramos

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Quebre todas as rotinas!



A queimar os últimos cartuxo destes dias quentes de Verão não convém não esquecer que não é apenas no Verão que os ânimos e os corpos aquecem e os corações palpitam com mais intensidade.
Para quebrar rotinas e marasmos devido à falta de colaboração do S.Pedro aqui ficam 10 sugestões eróticas para fazer com o ser parceiro neste quase quase Outono!!
1- Vamos para o motel
Glamour, sensualidade e muito erotismo é o que vai encontrar quando colocar no seu GPS erótico as coordenadas de lugar sofisticado e cosmopolita, exemplos? O Flamingo em Matosinhos (não, não estão a pagar-me o anúncio!!!) Vão abrir-se as portas do prazer e do paraíso com suites temáticas como Bali, Paris, Miami, Venetian, etc.
2- Arriscamos um clube de swing?
Privado. Proibido. Selecto. Restrito. Luxuriante. Ousado. Estas são algumas das palavras que caracterizam estes locais. A proposta para uma noite diferente é exactamente mergulhar nos recantos de algo desconhecido! NÃO, não implica que tenha que trocar efectivamente, muito menos que tenha que se envolver com quem não quer. Muitos dos casais que se aventuram pela primeira vez por estas "ilhas do prazer" acabam apenas por observar e estimular ( e muito!) os sentidos...Quem sabe este não será, apesar de poder não parecer um cartão de visita para uma noite de orgasmos inesquecíveis...a dois!!!
3- E um restaurante spicy?
Quando vários pecados se juntam num só, o corpo e a mente viajam para outras dimensões. A sugestão é um jantar intimista com erotismo à mistura. Os empregados e empregadas servem à mesa em lingerie e ajudam a aguçar o apetite entre vários pratos originais e bebidas sugestivas. Os espectáculos de strip surgem como um ingrediente spicy. Uma experiência que vai certamente querer repetir! Onde??? No Lingerie Restaurant (não, também não me pagam anúncio mas o dono é meu amigo por aqui fica o contacto 917963006).
4- Apaga a luz e sente
Quando a luz se apaga os movimentos tornam-se quase incertos. O sentido de orientação e de profundidade ganha nova dimensão. O paladar é elevado a um expoente máximo e, se esta experiência for a dois, mais intensa promete ser. Um jantar às escuras é a sugestão...e continuar às escuras...acredito que quem tem medo do escuro vai deixar de ter!!!
5- Body eating
Escolha a ementa e use o corpo como mesa e a boca como talher...
Não preciso explicar mais nada pois não???
6- Massagem a dois
Ou melhor "massagem-se os dois"!! Uma pausa...um toque...uma sensação...é um bom aperitivo para uma noite de inesquecíveis emoções!
Esqueça o agora massajas tu e depois massajo eu. Nada disso! Os movimentos devem ser feitos a dois e a duas velocidades: devagar e devagarinho. Escolha bem os spots de massagem!!!!
7- Deixe-se fotografar
e apague todas as fotos depois...muitas horas depois!
8- Que tal um privado num clube de strip?
As noites podem voltar a ficar mais quentes e como acredito que o desejo também se alimenta de caprichos, fantasias e provocações toca a arriscar um clube frequentado não só por homens mas também por vários casais, de preferência com um ambiente sofisticado e cheio de glamour!! A arte de despir e provocar pode ser o passaporte para um resto de noite very hot!
Quando lá estiver, porque não ousar mais um pouco e pedir a uma profissional para fazer um "privado" para ambos?
9- Faça Sex Shop
A pilhas, com comando à distância, com ou sem fios...a tecnologia está aliada ao prazer. Para as noites serem mais provocantes porque não abastecer o seu carrinho de compras sexual??? Vibradores que se podem usar na água são uma ideia para o jacuzzi ou piscina, mas também os jogos de tabuleiro podem lançar os dados para maratonas de sexo em clima bem escaldante!
10- Rapta-me
Uma história de paixão e sexo pode muito bem começar assim: "tive de raptar-te para que me pudesses conhecer a fundo, e estou certo que depois desta experiência ficarás loucamente apaixonada por mim." Sob a inspiração de Pedro Almodôvar em "Ata-me", o quarto de hotel é transformado ao mínimo pormenor para que a sua fantasia passe à realidade. Pode também optar pela experiência "Barco do Amor", onde durante 3 horas, com um skipper e decoração romântica, pode atracar num porto de prazer!!


Ora digam lá que não ando inspirada!!!!

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Vamos jantar à cadeia?



As mesas estavam a postos, a cozinha preparada e os empregados vestidos a rigor. Faltava muito pouco para as portas se abrirem quando um dos chefs anunciou que se ia embora! Em qualquer outro restaurante seria o fim do Mundo, mas no Clink foi motivo de festa. É que apesar do menu requintado, da decoração moderna, do serviço cinco estrelas e dos preços acessíveis , este não é um restaurante qualquer: fica dentro da prisão de High Down, no Reino Unido, e a maioria dos funcionários (cozinheiros incluídos) são reclusos.
Espaço de reabilitação para os prisioneiros, que lá têm workshops de cozinha que os preparam para uma futura carreira no mundo do catering, The Clink (a cadeia, em tradução directa) abriu há dois anos e já tem uma clientela maioritariamente composta por pessoas exteriores à cadeia. Muitos fazem parte do sistema judicial (advogados, juízes e magistrados!!!!), mas também há familiares dos presos, curiosos, críticos de cozinha e empregadores da industria da restauração à procura de potenciais novos funcionários.
Os visitantes devem marcar mesa, passar os portões da prisão, ser revistados dos pés à cabeça, levar identificação e deixar o telemóvel à porta (bem como tesouras, facas, aerossóis, pastilhas elásticas...). Mas de acordo com o conceituado crítico de restaurantes britânico, vale bem os sacrifícios: os pratos refinados e preparados com ervas e vegetais colhidos todas as manhãs nas estufas da prisão, carne de fornecedores locais e peixe fresco que chega diariamente de barco, estão à altura dos melhores restaurantes de Londres-e a preços muito competitivos. Entre as especialidades a 10 euros estão ravioli de caranguejo com trufas e molho de lagosta; bochechas de porco com pancetta, ervas frescas com molho de maça e lima; e salsicha cotechino com lentilhas e terrina de presunto - uma receita que um dos reclusos herdou da mãe.


The Clink (com 9 cozinheiros, 10 empregados de mesa condenados que vão rodando e 2 ex-reclusos em permanência, um deles o maître d'arrives) surgiu em 2007, quando o chef Alberto Cristi decidiu que o "almoço gourmet" (um programa mensal em que os prisioneiros treinados pelo cozinheiro de origem italiana serviam uma melhor refeição aos colegas) merecia ser desenvolvido.
Hoje, o restaurante (que forma cozinheiros e empregados de mesa) funciona também como uma instituição de caridade e tem capacidade para servir 85 refeições. As mesas e cadeiras foram desenhadas e construídas noutra cadeia: a de Frankland. Poemas de prisioneiros estão espalhados pelas janelas de vidro do restaurante.





Pois...mas como já sei do que a casa gasta e não vir por aí um testamento de coisas de que isso é só lá fora e blá blá...o Estabelecimento Prisional de Lisboa tem pratos de dieta e menus vegetarianos.
Exemplo? Cá vai:
Pequeno almoço: pão, manteiga, doce, leite e café
Almoço: além de sopa, há opções para todos os gostos...normal (sempre carne), dieta e vegetariana.
Jantar: Filetes dourados, alhada de cação, bolonhesa de soja ou abrótea corada são algumas especialidades.
Sobremesa: há sempre fruta, mas duas vezes por semana os prisioneiros têm direito a um doce que pode ser gelado, leite creme ou arroz-doce.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

4 truques para queimar calorias


Para compensar os excessos de Verão, nada melhor que reforçar o treino de forma divertida, para que possa tirar o máximo partido de cada exercício e conseguir resultados ainda mais depressa!!!
ACELERAR A PLAYLIST
Ouvir música com um ritmo mais rápido pode ajudar a que o treino seja mais prolongado e intenso.
Um estudo revelou que quando os participantes ouviam musica rock ou pop tinham uma resistência 15% superior à dos restantes que treinavam sem música.
MISTURAR EXERCÍCIOS
Mudar a rotina do treino faz com tenha mais vontade de ir ao ginásio, de acordo com o mesmo estudo. Por isso alternar treinos de cardio com aulas de spinning é um bom segredo!
A ENERGIA É CONTAGIANTE
Treinar ao lado de alguém que corre depressa, ou ficar perto do expert e body pump (pois!) durante a aula pode ser um óptimo incentivo. Pesquisas mostram que só o facto de estarmos próximos de alguém que esteja empenhado e com energia dá-nos o estímulo necessário para querermos fazer o mesmo...
ALTERAR O RITMO
Em vez de manter sempre o mesmo ritmo nos exercícios de cardio, deve fazer oscilações e acelerar por alguns segundos (por exemplo,andar durante 3 minutos, depois fazer um sprint de 1 minuto, alternar durante 30 minutos). Estudos mostram que as ciclistas femininas que alternavam entre pedalar rápido e mais devagar queimavam 3 vezes mais gordura do que aquelas que mantinham sempre o mesmo ritmo e velocidade...

PS-agora é só tirar a parte traseira do sofá...e ESTUDOS mostram que esse é o passo mais importante!!!!

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

De volta ao trabalho


Tudo o que é bom acaba rapidinho rapidinho....
Já não passava por aqui a escrever algo há mais de um mês mas tenho excelentes desculpas para o sucedido!!! Não não...não foram só as férias...foram também outra mudanças...
Vamos às novidades:
- para tristeza de muitos e alegria de alguns terminou a primeira série do "Mini Saia e Salto Alto" e na na na já não me podem ouvir na rádio!!!!
- comecei um novo projecto profissional...ligeiramente assustador que acho quem tem o respectivo tem medo mas está a correr lindamente e espero ficar a fazer isto cá ver...100 anos?
- FIZ ANOS e comemorei umas 30 vezes!!!!
- fui ali a Tenerife...não entendo é porque é que fui e vim tão rápido..AMEI, por mim tinha ficado lá vá, mas 3 semanas!!!
- fui ver o meu FCP a dar 2-1 ao U.Leiria "ao vivo e a cores", com o meu pai...um benfiquista desgraçado que bem vi a bufar às bolas...
- fiz pouca praia, não sei que se passa com o S.Pedro que esqueceu o Verão!!!!!
- saí pouco..é verdade!!! Como pode????
-  não pus os pés no meu amado Forte de S.João..ainda vou tentar resolver isso! Vamos lá ver....
- comprei sapatos aos montes, carteiras nenhuma!!!! Vá um porta moedas só para dar um arzinho de graça!!!
E etc. etc. etc... Mas estou de volta.
E estou feliz...este sorriso que partilho é sincero e isso é a coisa mais importante do Mundo!!!
Beijões

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Aniversário 2011





A todos os que estiveram comigo ou que de mim se lembraram do meu aniversário MUITO OBRIGADA!
Vocês são o melhor património do meu Mundo!!!

Concedem-me todos os desejos...

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Fim de um ciclo!


Acho que no dia anterior ao nosso aniversário todos nós temos tendência a fazer um balanco do que se passou, do que se passa e do que possívelmente se irá passar...
Não sei se é bom ou mau, mas o certo é que todos o fazemos e eu, como não sou excepção, estou a fazê-lo agora mesmo.
Tudo o que criei, o que construí, o que perdi...os amigos que ganhei, aqueles que não quiseram manter-se no meu caminho...tudo isso!
Este foi um ano assim assim...começou assim assim, andou assim assim o tempo todo e agora está a terminar assim assim, mas com a confiança de que o seu inicio será muito mais que um assim assim porque talvez pela primeira vez em muito tempo esteja a ver contruções e a sentir vontades que há muito não viviam em mim!
É tempo de parar. Hoje vou parar! Sentar e reflectir...tenho a cabeça apinhada com mil coisas onde metade nem fazem sentido. Tenho decisões a tomar, perdões a fazer...não aos outros, mas a mim por ter permitido a ousadia de me magoar, outra vez!
Hoje não estou assim assim, estou assado...com meio sorriso, meia certeza e meia vontade.
Olho ao redor e vejo erguer-se tudo o que sempre desejei...sorrio...mas ainda pela metade!
De olhos fechados percorro tudo o que me é essêncial...vejo o meu pai, presente e perto de mim contra tudo e todos, a minha mãe que no dia em que não resingar comigo matará parte de mim e insiste em não saber o quanto a amo, a minha família que boa ou má é aquela que eu adoro e sinto como nunca nos viramos as costas uns aos outros...
Os meus amigos...aqueles que ocupam o meu dia a dia, aqueles que não precisam falar para eu saber que existem, os novos e acabadinhos de chegar mas que já têm um lugarzinho neste peito...aqueles que me trairam e desrespeitaram a minha confiança...aqueles que eu amo...e aqueles que não deveria amar...estão todos aqui!
Tenho hoje uma balança onde peso o que realmente me vai acompanhar a partir de amanhã. Pode parecer utopia, mas quem me conheçe sabe que sou assim!
Hoje finda um ciclo.
A quem esteve neste, que termin,a agradeço por tudo, pelos momentos, pelo colo, pelos silêncios, pelas horas dispensadas, pelos carinhos, as ternuras, os beijo e abraços sinceros, as palmadas, as chamadas à realidade, as resmungadelas, os jantares, os cafés, as danças, os toques, os sabores e aromas que me ensinaram...
Não sou apenas o que sou...sou também o que vejo serem.
E a quem me molda agradeço. Tanto as lágrimas como os sorrisos porque a vida é para quem se dá e não para quem espera devolução. Prefiro ser assim...Sou real, não sou perfeita mas sou real.
Tudo o que perdi pela minha imperfeição peço perdão...não sei ser de outra maneira. Não sou a fada encantada de livros ou novelas, mas sou sincera. Amalucadamente honesta, de carne e osso e alma à flor da pele!
Sou real...
Hoje finda um ciclo.
Adeus.

Amanhã

Hoje é dia de balanço...
Amanhã é dia de aniversário!
Estarei a envelhecer ou a amadurecer????

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

16000

Obrigada...Obrigada...Obrigaaaadddddaaaaa....
Beijos gigantes a quem passa aqui o olhinho!

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Verão



Uma das principais fontes de inspiração aos grandes artistas são as estações do ano. 
Existe uma colecção de músicas, pinturas, filmes, livros que se lambuzam destas diferenças. E vão continuar a existir para nosso maior deleite...
Mas eu às vezes interrogo-me ainda...será que no verão somos mais felizes?
Será que o Inverno nos torna mais soturnos???? Hummm...
Uma tal de Dirce Perissinotti (calha de ser uma colega que domina a coisa), explica que, "um dos motivos que faz com que todos se sintam mais felizes diante das altas temperaturas é a influência solar. A exposição à luz do sol estimula a produção de serotonina, dopamina e melatonina”, que são básicamente umas substânciazinhas que nos melhoram o humor, enchem de energia e regulam o ciclo do sono. Há quem diga que também melhoram em muito o apetite/performance sexual mas isso já é outro post!!!!
Organismos à parte, a verdade é que quando o sol raia (COMO HOJE!!!), parece nascer uma nova energia no ar, há novas expectativas e vontades, estamos mais disponíveis a sair, socializar e acima de tudo a sorrir!
Por isso, antes que o S.Pedro resolva entrar em greve outra vez, devido à crise que afecta já a zona celestial, vamos aproveitar estes 15 maravilhosos dias que a meteo.pt promete serem de puro Verão!
Caso a coisa corra mal, reclamar é em www.meteo.pt não é aqui...

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Novidade!


http://eagoraeu.blogspot.com/


Sim Sim...agora somos dois em um!!!
Coisa mais linda ;)
Este outro lado da Neura não é aconselhável a pessoas sensíveis!!
Vai voar muita palavra solta...

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Instantes de Ficção


8 de Junho de 2011
"Meu querido,
poderia dizer-te que estou a sorrir...que pouco me importa o futuro daqui para a frente, mas estou farta de mentiras.
Às vezes olho para trás e tenho a sensação que tudo o que vivo é um filme com um guião inacabado...um romance perdido em meias páginas que o autor nunca terminou...um livro apenas com capa e titulo e sem história!
Não tenho mão em nada do que acontece, não sei por onde vim, como vim, onde estou, para onde vou e como vou...limito-me a ir na esperança de que um artista seguro da sua pena traçe o meu caminho com certezas do que faz!
Sei viver assim, no limbo, na corda bamba. Sou na realidade uma artista de circo, uma malabarista da vida que salta sem rede e sem medo de cair. Não que não tenha medo que tal aconteça...mas tudo já está partido, mais coisa menos coisa não fará diferença!
Estou cansada de te ouvir enganar-me com os teus pedidos de confiança, as tuas promessas vãs de que vais mudar, de que uma oportunidade e me provas que nada é o que eu penso ou sinto! 
A cada engano arrancas mais um pedaço de mim.
Acusas-me de em ninguém confiar...como és injusto. Confiei em ti, de olhos fechados e alma aberta...mas quando se entrega o coração na mão de outro alguém não é justo que o esmaguem. Não estás já cansado de o fazer?
Já não sei se é inocência, maldade, imaturidade ou arrogância...mas não páras!
Olha para mim...que te fiz eu?
Falhei-te assim tanto que o teu principal prazer é fazer-me sentir uma inutil criatura que podes usar à tua inteira disposição?
Olha, mas olha bem para mim. Estás a confundir-me...não, afinal não sou eu que te confundo...és tu que me confundes a mim...
Eu sou especial.
Sei abrir as portas da minha pele, as entranhas do meu peito, todos os poros da minha pele para que neles te possas entranhar e não me arrependo. Se rasgar...sei como colar.
Sei sentir...sei rir, chorar, gritar, dançar, cantar, rebolar na areia e arrastar-me à chuva.
Sou metade loucura e metade amor...Sou metade emoção e metade sentimento...
Não sou nem metade razão...nem quero ser...
Mas sei o que tu nunca saberás...Sei amar...Sem medo!
Sei amar quem me rodeia e respeitar quem me cuida.
Sem desculpas de que fui muito magoada e por isso fiquei assim...porque essa é a mais triste e ignorante das teorias...porque eu já fui muito mais que magoada, já fui desfeita.
E não, não deixei de amar e jamais deixarei...
Jamais atacarei como defesa, darei a outra face as vezes que conseguir...
Mas um dia em vez da outra face o que encontrarás será o vazio da minha caminhada.
Sei rasgar a minha pele para que entres mas também sei a ponto de cruz excluir-te dela..
Fui eu que escrevi este inicio, se quiseres manter a história escreve-a sem erros, usa o dicionário mais vezes...ou escreverei o fim.
Este livro já tem capa...mas a contracapa está por chegar!"
Por Susana Dias Ramos

Pessoal e Intransmissível!!!

Este é um post deveras pessoal.
Primeiro queria aproveitar que venho falar na primeira pessoa e agradecer as mais de 15mil visitas que tenho recebido e os e-mails fantásticos que me mandam...com questões, sugestões de temas para aqui e para o programa e por aí fora. Obrigada, mesmo!
No meio das "escrituras" que vou recebendo e que ouvem o programa de rádio há procuras pela minha pessoa no facebook e muitas vezes (não é de propósito!!!) eu não aceito os pedidos pois não sei como chegam até a mim. E como já levo com parvoíce que não lembra a ninguém de vez em quando, dispenso mais asneira!!!

Não é por mal...Se me explicarem ao que venho em segundo passam à listagem ;)
Bom...mas parece que chegou a uns ou outros ouvidos que escrevo textos livres, não relacionados com temas ligados à saúde mental e pediram-me para os partilhar também aqui pois quem não tem acesso ao meu facy ou pura e simplesmente não usa o facy não pode ler as minhas notas!
Têm toda a razão!!!
Eu como confesso ter babado um xisquinho com os elogios...VOU PARTILHAR!!!
Yes! Yes! Yes!
Os textos vão aparecer com o título "Instantes de Ficção", são de minha autoria e espero não desiludir quem foi pedindo a partilha!
Obrigada por estarem desse lado!
Beijos enormes



PS-aos incondicionais fans que não perdem um post meu e nunca a oportunidade de me moer o juízo com rébébeu pardais ao ninho, espero que continuem por cá...e podem roubar os textos, não sou invejosa! É o costume já né??? Xi grandões...a ver se passa tanto azedume...ou será outra coisa???


Su Dias Ramos

segunda-feira, 11 de julho de 2011

10 maneiritas!



Pediram-me para voltar a partilhar este tema e como boa menina que sou acudo sempre a quem me pede!
Uma jornalista freelancer americana, Charlotte Ward de seu nome, identificou 10 maneiras infalíveis de descobrir um parceiro mentiroso e publicou-as no seu livro It's not me, It's You. A lista foi publicada pelo jornal The Times.
1. Cuidado com a frase "Olhar não tira pedaço", quando os olhares para o sexo oposto passam a ser muito frequentes;
2. Hi5/Facebook/Twitter e telemóvel facilitam as traições. Alerta se ele nunca desliga otelemóvel e se muda rapidamente de página quando se aproxima do computador;
3. Um extreme makeover a meio da relação é razão para desconfiar. Sobretudo quando ele começa a combinar a roupa interior;
4. Quando ele gagueja depois de uma pergunta difícil;
5. Quando deixa de atender o telemóvel e de dizer onde este as ultimas horas;
6. O outro extremo também serve de aviso. Atenção a uma ajuda extrema e inesperada nas tarefas de casa;
7. A culpa é fácil de identificar; sobretudo quando começam a surgir prendas sem pretexto;
8. Um mau humor constante e desinteresse na cama também não são bons sinais;
9. Há uma altura em que eles vão partilhar com um algum amigo. É só descobrir quem;
10. Às vezes não há sinais. Resta a intuição.

Ora bem...eu li e reli vezes sem conta os importantíssimos itens acima descritos e agora sim vejo-me na obrigação de dizer: "Charlotte, rapariga, tu das duas uma...ou não tens namorado há uns tempos, ou estás um tudo nada confusa!"
Então aquele pontozinho 10!!! Bem...extraordinário!!!!

Ponto 1 e único: QUANDO UMA MULHER ACHA QUE HÁ FUMO...É PORQUE HÁ FOGO!!!
Digam lá com sinceridade que não é verdade!
E os homens??? Ninguém se interessa se as mulheres os traírem??
Ai Charlotte...Charlotte...

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Na 5FM pela manhã foi assim...

E cá está o nosso programinha de hoje de manhã onde a TRAIÇÃO foi o tema que imperou!


http://www.archive.org/details/Minissaia08Julho2011


Obrigada pelas opiniões construtivas, sugestões, questões e todas as outras "ões" que fazem desta uma rubrica deliciosa com mais do que um sexto sentido.
Em baixo ficam as protagonistas...

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Voltar a confiar...

Há muito que eu não partilhava uma "croniqueta" por isso...aqui fica ela!!

Quero voltar a confiar!
Fui criada com princípios morais comuns: Quando eu era pequena, mães, pais, professores, avós, tios, vizinhos, eram autoridades dignas de respeito e consideração. Quanto mais próximos ou mais velhos, mais afecto.
Inimaginável responder de forma mal educada aos mais velhos, professores ou autoridades…
Confiávamos nos adultos porque todos eram pais, mães ou familiares das crianças da nossa rua, do bairro, ou da cidade…
Tínhamos medo apenas do escuro, dos sapos, dos filmes de terror…
Hoje me deu uma tristeza infinita por tudo aquilo que perdemos. Por tudo o que meus netos um dia enfrentarão. 
Pelo medo no olhar das crianças, dos jovens, dos velhos e dos adultos.
Direitos humanos para criminosos, deveres ilimitados para cidadãos honestos. Não levar vantagem em tudo significa ser idiota. Pagar dívidas em dia é ser tonto… Amnistia para corruptos e sonegadores… O que aconteceu conosco? Professores maltratados nas salas de aula, comerciantes ameaçados por traficantes, grades nas nossas janelas e portas.
Que valores são esses?
Automóveis que valem mais que abraços, filhas que querem uma cirurgia como presente por passar de ano. Telemoveis nas mochilas das crianças.
O que vais querer em troca de um abraço?
A diversão vale mais que um diploma.
Uma play station e um plasma valem mais que uma boa conversa.
Mais vale uma maquilhagem que um gelado.
Mais vale parecer do que ser… Quando foi que tudo desapareceu ou se tornou ridículo? 
Quero arrancar as grades da minha janela para poder tocar nas flores! Quero-me sentar na varanda e dormir com a porta aberta nas noites de verão! Quero a honestidade como motivo de orgulho. Quero a vergonha na cara e a solidariedade. Quero a retidão de caráter, a cara limpa e o olhar olho-no-olho. Quero a esperança, a alegria, a confiança! Quero calar a boca de quem diz: “temos que estar ao nível de…”, ao falar de uma pessoa.
Abaixo o “TER”, viva o “SER”.
E viva o retorno da verdadeira vida, simples como a chuva, limpa como um céu de primavera, leve como a brisa da manhã! 
E definitivamente bela, como cada amanhecer.
Quero ter de volta o meu mundo simples e comum. Onde existam amor, solidariedade e fraternidade como bases.
Vamos voltar a ser “gente”. Construir um mundo melhor, mais justo, mais humano, onde as pessoas respeitem as pessoas.
Utopia? Quem sabe?... Precisamos tentar… Quem sabe comecemos a caminhar transmitindo essa mensagem… Os nossos filhos merecem e os nossos netos certamente nos agradecerão!
E tu agora? Ignoras ou partilhas??

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Em programação!

O tema de hoje: MONOTONIA NAS RELAÇÕES


http://www.archive.org/details/Minissaia01Julho2011

A partir de agora quem não consegue ouvir os programas de sexta feira na Rádio 5 pode parar de chorar.
Está hiper, mega, super ONLINE!!!
Apurem os ouvidos e coragem!!!


quarta-feira, 8 de junho de 2011

Uma boa partilha...


Um professor diante da sua turma de filosofia, sem dizer uma palavra, pegou num frasco de vidro grande e vazio e começou a enchê-lo com bolas de golfe. A seguir perguntou aos estudantes se o frasco estava cheio. Todos estiveram de acordo em dizer que 'sim'.
O professor tomou então uma caixa de pequenos palitos e vazou-a dentro do frasco. Os palitos preencheram os espaços vazios entre as bolas de golfe. O professor voltou a perguntar aos alunos se o frasco estaria cheio, e eles voltaram a responder que 'Sim'.
Logo, o professor pegou uma caixa de areia e vazou-a dentro do frasco. Obviamente que a areia encheu todos os espaços vazios e o professor questionou novamente se o frasco estaria cheio. Os alunos responderam-lhe com um 'Sim' retumbante.
O professor em seguida adicionou duas chávenas de café ao conteúdo do frasco e preencheu todos os espaços ainda disponíveis por entre a areia. Os estudantes riram-se nesta ocasião. Quando os risos terminaram, o professor comentou:
- 'Quero que percebam que este frasco representa a vida. As bolas de golfe são as coisas mais importantes da vida, a família, os filhos, a saúde, a alegria, os amigos, as coisas que vos apaixonam. São coisas que mesmo que perdessemos tudo o resto, a nossa vida ainda estaria cheia. Os palitos são outras coisas importantes, como o trabalho, a casa, o carro etc. A areia é tudo o resto, as pequeninas coisas da vida.

Se primeiro colocarmos a areia no frasco, não haverá mais espaço para os palitos, nem para as bolas de golfe. O mesmo ocorre com a vida. Se gastamos todo o nosso tempo e energia nas coisas pequenas, nunca teremos lugar para as coisas que realmente são importantes. Prestem atenção às coisas que realmente importam. Estabeleçam as vossas prioridades, que o resto é só areia.'
Um dos estudantes levantou a mão e perguntou:

- 'Então e o que representa o café?'

O professor sorriu e disse:

- 'Ainda bem que perguntas! Isso é só para vos mostrar que por muito preenchida que a vossa vida possa parecer, haverá sempre lugar para um café com um bom amigo'.